segunda-feira, 29 de junho de 2009


(sem menção do autor)

É como um rastro no corpo,
Digitais deixadas por toda parte,
Perfume que se espalha,
Desejos perdidos no tempo.
São marcas da paixão,
Chamas se ascendem
E os olhos alimentam um ao outro.
O coração acelera
O corpo se arrepia,
Uma paixão inexplicável.
Marcas que não podem ser apagadas.
Paixão,
Desejos incontroláveis,
Loucuras de dois apaixonados,
Uma cena de sonho,
Um cenário de fantasias.
Marcas da Paixão,
Rastro de sentidos,
Perfumes inesquecíveis,
Olhares insubstituíveis,
Tempo de magia,
Perseguição do mundo
Esquecimento de fraquezas.
As marcas são fortes
São deixadas na alma,
São doces
Marcas da Paixão.

AlexSimas)


Te esperava sem saber
te pressentia sem querer
sempre te amei.
Amo-te assim com a sensibilidade
e a paixão dos Deuses.
Quero ver-te intensa
amar-te sendo a sua canção.
Quero te amar com os olhos
e deixar que eles falem
tudo o que hoje minha
voz teima em calar.
Amo-te assim em letras
palavras e sons.
Amo-te assim de corpo alma e coração.
Alma que desnuda
desprende-se do meu corpo
e rompe os limites
do espaço e da lógica
num vôo suave que me leva ao seu encontro.
Deixando no vento
o rastro do meu amor
para que nele encontres
toda a paz que possas precisar.
Possa eu ser tua plenitude.
E o meu amor possa traduzir-te a eternidade.
Amo-te assim!

QUERIA VOCÊ AGORA
Do jeitinho que estivesse ...
Sentir seu cheiro, seu suor, seu calor, enfim ...
Tudo que exala de seu corpo.
Sentir você colado a mim,
Clamando pelo toque das minhas mãos
Aumentando ainda mais o desejo
De me ter por inteira, só para você.

QUERIA VOCÊ AGORA
Sem importar com o tempo ...
Com o que se passa lá fora.
Na nossa intimidade, o Amor, o Desejo
E o nosso Toque, falam mais alto ...
E o tempo é quem fica parado, a nos admirar.

QUERIA VOCÊ AGORA
Pois minha boca esta sedenta dos lábios seus ...
Enlouquecida, esperando os seus beijos,
E com os meus beijos, fazer você delirar,
Pois não sobraria um pedacinho seu sequer,
Que eu não acariciasse com o calor dos lábios meus.

QUERIA VOCÊ AGORA
Lado a lado,
Corpo a Corpo
Corações disparados
Sedentos de amor.
Mas aquele amor que nos une,
Nos completa e nos transporta
A outras dimensões
Em um êxtase sem igual.

QUERIA VOCÊ AGORA
Para em seu peito repousar ...
E com meus braços te envolver ...
Para não deixar a chama
Deste Amor, desta Paixão, se apagar.

QUERIA VOCÊ AGORA
Para em seu rosto,
minhas mãos deslizarem,
A te acariciar.
Fitar os seus olhos
e fechá-los com um simples beijo,
Cada um deles.
Selando-os,
com o amor que me invade e me enlouquece.

QUERIA VOCÊ AGORA
Pois está difícil
controlar o que minha alma,
meu coração e meu corpo desejam.

Pois está difícil
esperar o tempo certo.

Pois está difícil
não poder te dar os meus beijos molhados
e sentir a sua boca.

Pois está difícil
não me sentir sua e saciar seus desejos.

Pois está difícil
não sentir o seu corpo e suas mãos a me tocar.

Pois está difícil
não ouvir você me dizer Eu te Quero.
Mas está mais difícil ainda ....
NÃO TER VOCÊ AQUI, AGORA!

Me apaixonei, sem mesmo antes ver tua face,
era eu máscara sem face, e você face
a procura da máscara
Sedução em volta a puro mistério, e encanto...
Suas palavras, me mostrou tua face,
e me trilhou até seu coração.
Sei que tu também me amas,
não pelo que seus olhos
da face enxergam, mas pela maneira
que sua alma me sente...
Nossas almas se entendem
mesmo que de longe...
Somos mais que poetas,
mais que dois corações solitários
somos almas que se amam, e isso
nem eu,nem você ou ser humano
algum, pode mudar amor de almas,
só elas decidem quando se separar,
Nunca fostes dono do meu corpo,
mas se tornara dono do meu
amor e o amor é o coração da alma...
Para que se preocupar com o corpo,
se já tornou alma de minha alma?
O corpo tem vida temporária...
Já a alma, tem a eternidade...
Te amo essa é a minha verdade!

domingo, 28 de junho de 2009


Um grande amor acaba por muitos motivos. Acaba em dias de chuva, em tardes ensolaradas. Acaba a toda hora. Assim como quando um grande amor começa. Mas um grande amor nunca acaba de repente. Vai acabando aos poucos. Essa espera pelo fim definitivo de um grande amor maltrata a gente. Dói sem parar. Ainda mais quando era um amor honesto e verdadeiro. Há quem pense que é impossível esquecer um grande amor. Alguns já morreram tentando. E falam como Neruda: “tão curto o amor, tão longo o esquecimento”. Esquecer é difícil. Ainda mais esquecer coisas boas. Momentos felizes. Sorrisos. Aplausos. Aquela noite. O beijo. Aquela dança.

Para esquecer um grande amor é preciso começar evitando algumas músicas. Em especial aquelas que falam de amor, de sonhos ou aquelas que usam demasiadamente a palavra “você”. Porque pra esquecer um grande amor é preciso uma grande dose de individualismo. Tente não lembrar daquela música, daquele dia, naquele lugar, que acabou se tornando a “nossa música”. Recomenda-se também evitar as músicas cantadas em italiano. Mesmo que você não suporte as canções italianas. Mesmo que você nunca tenha ouvido uma. Mesmo que você não entenda nada do que diz a letra. As canções italianas têm uma estranha ligação invisível com o amor. Então é melhor evita-las. E pra matar sua curiosidade, as letras das músicas italianas são todas iguais.

Alguns lugares são pouco propícios pra quem tenta esquecer um grande amor. As praças geralmente estão infestadas de bancos onde uma legião de namorados trocam beijos, abraços e qualquer outro tipo de carinho. É melhor passar ao largo. Vire o rosto. Se um casal vier em sua direção, não hesite, troque de calçada. Passe longe de cinemas, fuja de sorveterias e em festas não chegue perto da barraca de maçã do amor.

Também é difícil de lidar com aquelas coisas que ainda lembram o outro. Aquele perfume que você comprou só porque ele gostava, e que nunca acaba. A camiseta que ela achava o máximo. A blusinha que você estava usando quando ele falou que você estava mais magra. Aquela corrente de prata com um pingente delicado de coração que você viu no shopping e achou que ficaria linda no pescoço dela, e ficou. Os discos, livros e filmes que vocês trocaram, ouviram e assistiram juntos. Enfim, tudo o que representou algo na história daquele amor que você achava que era pra sempre. Quanto a essas coisas ainda não há um consenso sobre o que fazer. Há os que preferem jogar tudo fora. Alguns devolvem. Outros simplesmente deixam de lado. Em qualquer uma das três opções estas coisas dificultam o esquecimento. Prepare-se para isso.

Também existem os amigos. O que fazer com os amigos? Se eles são amigos em comum é melhor evita-los por um tempo. Principalmente o “casal de amigos com quem vocês jogavam boliche”. Faça novas amizades. Conheça gente nova. Encontre pessoas pra quem você não vai ter que contar tudo em detalhes e que, dificilmente, perguntarão sobre o outro. Se os amigos são apenas seus, avalie até onde você está sendo chato, porque todo mundo que sai de um grande amor vira um chato em potencial, e tente fazer novos programas com eles. Amigos são bons em nos fazer esquecer. Conte com eles. Mas não abuse.

As fotos. Caso você tenha receio em queimar, coloque todas as fotos em um envelope de papel pardo. Feche o envelope com cola e guarde no último canto, da ultima gaveta, do último balcão do sótão. Deixe a chave da gaveta em um lugar bem incomum, onde você nunca guardaria. De preferência esqueça esse lugar assim que puder. As fotos são cruéis. Algumas guardam nossa alma.

Destino semelhante merecem as cartas que vocês trocaram ao longo de todo esse tempo. São só palavras. Mas elas foram misturadas e colocadas de um jeito que destroem qualquer pessoa. E o pior é que muitas vezes foi você o responsável por deixa-las assim. As cartas são fragmentos de um contrato que não deu certo. Às vezes elas nos ajudam a entender. Às vezes elas machucam mais ainda. Depois que tudo terminar, leia todas ao menos uma vez. Então as deixe.

Existe muito mais a se fazer para esquecer um grande amor. Todas as outras coisas são tão difíceis como as anteriores. Um grande amor deixa marcas muito profundas. Algumas demoram a cicatrizar. Outras ficam abertas pra sempre. Certas pessoas nunca esquecem. Outras simplesmente apagam tudo. Algumas pessoas são inesquecíveis mesmo.

Às vezes, para esquecer um grande amor só um outro grande amor. Senão não se esquece. E grandes amores começam a toda hora. Em dias de chuva. Em tardes ensolaradas.

Thriller (tradução)


Michael Jackson


Composição: Rod Temperton



É quase meia-noite
E algo malígno está te espreitando no escuro
Sob a luz da lua
Você tem uma visão que quase pára o seu coração
Você tenta gritar
Mas o terror toma o som antes de você fazê-lo
Você começa a congelar
Enquanto o horror te olha bem nos seus olhos
Você está paralizado!

Porque isso é terror, noite de terror
E ninguém vai te salvar
Da besta pronta para atacar
Você sabe que é terror, noite de terror
Você está lutando por sua vida
Numa noite assassina de terror

Você escuta a porta bater
E percebe que não há para onde correr
Você sente uma mão fria
E pensa se ainda vai ver o sol
Você fecha os olhos
E espera que seja tudo imaginação, garota
Mas enquanto tudo isso
Você escuta a criatura rastejando
Sua hora chegou!

Porque isso é terror, noite de terror
Não há segunda chance
Contra essa coisa de quarenta olhos
Você sabe que é terror, noite de terror
Você está lutando por sua vida
Numa noite assassina de terror

Criaturas da noite chamam
E os mortos começam a andar
Em seus disfarçes
Não há escape
Das presas desse alien dessa vez
(Eles estão abertos)
Esse é o final da sua vida!

Eles estão lá para te pegar
Há demônios chegando por todo lado
Eles vão te possuir
A menos que você troque o seu número
Essa é a hora
Para nós ficarmos juntos abraçados
Por toda a noite
Eu vou te salvar do terror na tela
Vou fazer você ver

Que isso é terror, noite de terror
Eu posso te assustar mais
Do que um fantasma ousaria tentar
Garota, isso é terror, noite de terror
Então deixe eu te abraçar forte
E dividir uma noite de Terror
Assassina, arrepiante, assustadora

http://www.youtube.com/watch?v=RYrUQItmW4s

Deixo o teu caminho livre, sem rastros, sem marcas,
Para que possa buscar a felicidade que outrora
nao consegui lhe dar.
As marcas de carinho e ternura ficaram
gravadas em minh'alma, indeléveis,
principalmente o doce sabor de seu lábio
e o esplendor de seus olhos...
As feridas do amor nao correspondido se cicatrizarao,
deixando somente vestígios externos,
que na verdade internamente nunca se fecharam.
Siga teu caminho, nao se importe comigo.
Encontre a sua metade, razao de viver e de ser,
Viva intensamente a paixao,
saboreando o doce do mel que é o amor...
Despeço-me de ti com lágrimas nos olhos,
mas principalmente no coraçao...

sexta-feira, 26 de junho de 2009


se for pra me arrepender que seja das coisas que eu não fiz, dos sentimentos que eu escondi, das risadas que eu não dei, das festas que eu não fui, dos amigos que eu não fiz, das loucuras que eu não cometi, dos beijos e abraços que eu não dei, do tempo que eu perdi, dos porres que eu não tomei, dos amores que eu não vivi, dos conselhos que eu não ouvi, das verdades que eu não falei, das viagens que eu não fiz, dos chocolates que eu não comi, das músicas que eu não escutei, das ilusões que eu vivi, das noites em que eu chorei, dos livros que eu não li, das mentiras que acreditei, das chances que eu perdi, das chances que eu não dei, das declarações que eu não fiz, dos lugares que eu não fui, das vezes que me enganei, das perguntas que eu não fiz, das respostas que eu não dei, das cartas que eu não li, das mágoas que senti, dos sonhos que não realizei, das oportunidades que desperdicei, das alegrias que não aproveitei e principalmente das coisas que não tentei..."

(AD)

Fiz amor contigo...
Não de corpos suados... De beijos loucos...
Mas um amor de olhares
Um amor de gestos...
Em que suavemente beijei
Todos os recantos do teu rosto...
Um amor em que eras flor
E eu... Água borrifada em tuas pétalas...

Fiz amor contigo...
Mas não um amor frenético feito de instintos e paixão...
Antes um amor sereno
Construído com as nuvens...
Amor em que tu és o Sol
E eu o céu que iluminas...
Um amor tecido de seda
Um amor inocente...
Onde a minha mão e a tua timidamente se tocam...

Fiz amor contigo...
Sem o coração acelerado
Sem a loucura do desejo...
Um amor feito de sonho e sorriso...
De instantes tão doces que todo o mundo pára
Invejando a paz que emanamos...

Fiz amor contigo no meu sonho...
Um amor profundo...
Em que te dei a minha alma...
Em que cada toque no teu rosto
Foi emoção incontida...

Fiz amor contigo...
Na mais bela das suas formas
As formas com que te revelo o meu coração...

quinta-feira, 25 de junho de 2009


Não sei se a vida se recicla. Não, talvez não.
Mesmo se após um tempo de reflexão decidimos mudar a nossa vida, seremos sempre nós mesmos no fim. Mudamos, mas ficamos com todas as marcas e cicatrizes para que não nos esqueçamos do que fomos.
Sabemos que jamais poderemos recolocar os pedaços das coisas vividas e construir novas.
Colchas de retalhos são muito bonitas, mas não passam de colchas de retalhos. Remende-se panos, cola-se papel ou vidro, mas não se remenda vidas, não se cola momentos passados, coisas que deixamos para trás.
Recomeçar? Sim. Recomeçar é possível, mesmo (e felizmente!) se já não somos os mesmos. Aprendemos, à custa de dor, mas aprendemos. Não cometeremos duas vezes os mesmos erros, não beberemos a mesma água.
Durante anos vivemos como se não tivéssemos outras alternativas.
A vida é assim, é o destino. Mas o nosso destino, nós fazemos. As nossas prioridades, escolhemos e aprendemos a viver com elas. E só depois, mais tarde, é que nos questionamos sobre o fundamento das nossas escolhas.
Há pessoas que acham que é tarde para mudar e continuam na mesma linha, mesmo se conscientes de que talvez esse não tenha sido o melhor caminho.
Homens e mulheres que se mataram a vida toda para ganhar dinheiro terminam muitas vezes a vida sozinhos, cheios de dinheiro, vazios de amor.
E felizes aqueles que descobrem que ainda é tempo para fazer alguma coisa. E que podem redefinir as próprias prioridades e assumi-las. Vai doer, mas vai valer a pena, porque no fim das contas vamos ter a consciência tranquila de que tentamos.
Um dos piores sentimentos que existem é o de não poder recapturar um momento que gostaríamos que tivesse sido diferente. O "eu" de hoje não teria feito isso ou aquilo, mas o que eu era ontem não sabia o que sei agora. Se soubesse teria cometido menos erros.
Mas temos um Deus tão bom e tão grande que Ele está sempre oferecendo-nos a oportunidade de nos redimir e fazer novas escolhas.
E agora? Agora sabemos. Não vamos pegar atalhos. Eles podem ser atraentes, mas nos impedirão talvez de aproveitar as belezas da jornada.
O caminho da vida é bonito, apesar de ser mais difícil para uns que para outros.
Mas é bonito se sabemos tirar o máximo do que é bom.
Nas noites escuras podem nos fazer ver mais claramente as estrelas. Só veremos o nascer do sol se acordarmos cedo. Coisas simples que a natureza nos ensina.
Reciclagem de vida?Talvez sim. Talvez sejamos, no fim das contas, uma colcha de retalhos da vida.
Mas que sejamos então uma bela colcha nova enfeitando um quarto, um coração, talvez mesmo muitos corações e muitas vidas, a começar por nós mesmos.

L. Thompson

**Eliana Duarte

Hoje resolvi virar a página da minha vida,
vou deixar para trás tudo que me fez mal.
Minhas tristezas, decepções,
amores incompreendidos, mal vividos.
Momentos que de alguma forma me
fizeram sofrer,
vou apagá-los simplesmente.
Começar uma nova vida,
conquistar um novo amor,
coração cheio de esperanças de dias
melhores e mais felizes.
Irei encontrar alguém que realmente me ame
e valorize-me como mereço!
Vou escrever nas linhas em branco da minha
vida uma nova história, recomeçar e
reconstruir novos sonhos, anseios e acreditar
que tudo passa e amanhã será um novo dia.
Vou usar uma caneta especial para refazer
meus dias, uma tinta que não se apague na primeira crise,
que o amor seja sólido e duradouro.
Um amor verdadeiro!
Então, hoje ressurge das cinzas uma nova mulher.
Livre, coração sossegado e pronta para
reconstruir uma nova vida.
Feliz e em paz consigo mesma.

quarta-feira, 24 de junho de 2009


Às vezes parecia que, de tanto acreditar
Em tudo que achávamos tão certo,
Teríamos o mundo inteiro e até um pouco mais:
Faríamos floresta do deserto
E diamantes de pedaços de vidro.
Mas percebo agora
Que o teu sorriso
Vem diferente,
Quase parecendo te ferir.
Não queria te ver assim -
Quero a tua força como era antes.
O que tens é só teu
E de nada vale fugir
E não sentir mais nada.
Às vezes parecia que era só improvisar
E o mundo então seria um livro aberto,
Até chegar o dia em que tentamos ter demais,
Vendendo fácil o que não tinha preço.
Eu sei - é tudo sem sentido.
Quero ter alguém com quem conversar,
Alguém que depois não use o que eu disse
Contra mim.
Nada mais vai me ferir.
É que já me acostumei
Com a estrada errada que eu segui
E com a minha própria lei.
Tenho o que ficou
E tenho sorte até demais,
como sei que tens também...

(Renato Russo)





O amor é lindo

Quanto mais eu tento entender o amor, mais ele me vira de ponta cabeça e o meu pensamento não parece ter lógica. Será que o amor segue alguma lógica? Quanto mais vivo e observo, concluo que não, sempre volto à mesma pergunta: O que leva a gente a amar intensamente determinada pessoa? Que força é essa? Capaz de arrastar, sujeitar, suspirar, sentir falta e querer aquela pessoa ali do seu lado, ouvir qualquer coisa dela, qualquer palavra alivia o sofrimento da alma e é suficiente.

O amor não tem limites ele é devorador, desesperador e quando você é tocado por quem você ama, a sensação é inexplicável, nem sei se as palavras conseguiriam explicar. As pessoas chegam a delirar, chegam a ponto de entregar o seu corpo ao outro, às vezes, até sabendo que o outro não o ama, mas perde a noção de limites e se entrega pelo prazer de ser feliz.

Oh! Tempo cruel, sempre ele, às vezes pega e leva o nosso amor embora e ficamos amando sozinhos. O tempo passa e ficamos pensando: Por que deixamos passar? Éh! O tempo não leva só o amor, ele leva a vida da gente também.

Às vezes, eu fico observando um casal de namorados, por um longo tempo, quando eles estão ali juntinhos é lindo, de repente brigam, ela sai chorando e dizendo que não volta mais, penso que tudo acabou depois de tão grande discussão, mas não, o amor não deixa. O amor agarra a alma e trás de volta, a gente olha e eles estão ali, juntinhos novamente, o coração já perdoou, choraram na despedida e agora choram de prazer por estarem juntos.

Como o amor é lindo, prazeroso e doloroso, vivê-lo é dar e receber, é viver gostoso. Amar é viver com ternura, querendo e sabendo que alguém te quer, desejar e saber que alguém te deseja. Eu quero amar, você quer amar, todos queremos porque é muito gostoso.

Hei! Se você ainda não sentiu o amor, não sentiu o mais gostoso da vida, o abraço, o beijo, o calor do outro. O olhar, o sorriso, o toque gostoso que arrepia, a mão que acaricia, a boca, o nariz, a companhia, o sonho e o prazer do outro em te abraçar.

Agora deixa eu te confessar, eu te amo demais a cada dia e continuo te amando, te amando e te amando.Eu quero acreditar que você também me ama, Se não me ama, eu vou continuar te amando mesmo assim, sempre, sempre e sempre, dando todo o meu carinho e a minha atenção para você.

Vem que eu quero te beijar, te abraçar, sentir o seu calor, sentir o seu coração pulsar, te escutar com atenção, te dar carinho, te agarrar com amor e se depois você me abandonar, eu quero ter esses momentos para recordar.

Paro e olho você ali, sorrindo para mim, fico observando por um bom tempo e não acredito que você me deixou, essa foto é a única lembrança, olho com atenção e fico triste de não poder tocá-la mais, você foi, mas deixou o seu amor aqui comigo, guardado no meu coração.

Chega de pensar, eu vou correr e gritar seu nome, gritar que você é linda, que eu te quero, correr para os seus braços e dizer que te amo, porque o amor é lindo e eu não quero perdê-lo. Agora pega, que eu vou entregar o meu amor para você, segura e cuida com carinho.


Zip...Zip...Zip...ZzipperR.

HOMENS ESPECIAIS
Anna Amélia

Creio que são aqueles que surgem em nossas vidas, deixando algo que nos enternece...
São aqueles que nos olham com ternura e como suas semelhantes...
Homens especiais são aqueles que não tem medo de declarar seu amor, a todo dia e a qualquer hora, sempre que seu coração pedir...
São aqueles que não tem vergonha de se comover diante de uma bela flor...
Homens especiais são aqueles que nos amam com carinho e afeto, românticos por natureza, não escondem suas fraquezas...
Olham-nos como fêmeas desejadas, mas, também, como companheira muito amada...
Despertam desejos, causam admiração, pois são especiais, sabem amar, e, portanto, são muito amados...
Homens especiais são especiais porque... ah!... porque sabem chorar...

Entre O Ego E A Alma

Enquanto pensamos que a morte é o que

mais separa as pessoas, o EGO desde sempre, vem fazendo esse “serviço” muito mais do que ela.
Não há nada que vença o EGO em termos de separações!
E como é que ele age?
- No casamento e nas relações amorosas:
em nome da “incompatibilidade de gênios”, homens e mulheres se separam, sem darem chance à flexibilidade que faria com que ambos – de comum acordo – cedessem um pouco.
Não! Para o EGO não tem acordo quando se trata de ceder.
Seria “rebaixar-se! Ele só entende assim.
- Nas amizades:
uma atitude ou palavra mal colocada são, muitas vezes, suficientes para que amigos se separem, deixando cair no esquecimento as tantas coisas boas que fizeram brotar uma tão valiosa amizade.
Não! O EGO não admite erros nem pedidos de perdão.
Seria abrir mão da punição! Ele só entende assim.
- Nas famílias:
tantos pais, irmãos e filhos se separam, só pela necessidade de impor suas vontades, de ver “quem manda aqui”, quem ganha a condição de dono da última palavra. Na maioria dos casos, numa reunião familiar, e com um pouco de humildade todos saberiam até onde ir e quando parar.
Não! O EGO quer deter o poder sobre tudo e sobre todos.
Limites seriam um caso de obediência! Ele só entende assim.
- Nas carreiras:
pessoas escolhem seguir a mesma carreira ou carreiras diferentes, e muitas dessas pessoas gastam a melhor parte da sua vida competindo, vigiando, farejando os passos das outras, dada a precisão de ser “a melhor”.
A consciência de que “o sol nasce para todos” faria isso parar.
Não! O EGO quer ganhar sempre, custe o que custar.
Aceitar vitórias alheias seria fracassar! Ele só entende assim.
Em toda situação conflitiva que determina separações o EGO se faz presente e sempre quer ganhar.
É nos carros, em brincadeiras desnecessárias; é no trabalho, em críticas contra colegas; é nas escolas, em exibições de notas; é nas guerras, onde ganhar é questão de vida ou morte; é na vizinhança, em encrencas vulgares, e assim por diante…Infinitamente…
Pense em algo similar, não citado aqui, e você notará que nele também está a ditadura do EGO.

Basta que o caso lembrado seja capaz de separar pessoas.

Não! Não é a morte o que mais promove essas apartações! É o EGO, o filho predileto do orgulho!
Sua ALMA e seu EGO ocupam o mesmo “castelo”.
Deixe que sua ALMA seja a rainha vitalícia do lugar!
Ela é aquela parte sua que deseja Paz e Reconciliações.
O EGO é o mal dentro de você.
Dê-lhe um “cala-boca” bem dado.
Assim – e só assim – a Vida lhe abrirá as portas da verdadeira e perene Felicidade.
Texto: Sílvia Schmidt

terça-feira, 23 de junho de 2009


VOCÊ NÃO ME CONHECE

Não me conhece, nunca me viu...
não sabe nada de mim,
dos meus sonhos e meus medos.
Não estava comigo
nessa estrada quando eu precisei...
Enquanto seguiu aí, sua vida.
Aqui, eu fui me conhecendo um pouco mais.
Hoje, posso dizer quem sou,
mas você não...
não me conhece...
Se me conhecesse,
entenderia a minha vida,
a minha saudade,
O meu sorrir de lágrimas,
a minha tristeza feliz...
e os momentos mais especiais da minha vida...
Não pode dizer quem sou.
Talvez entendesse quando lhe digo,
o quanto você me é especial!
Porque neste meu mundo,
sempre esperei para poder dizer à
alguém, o quanto é especial para mim...
Suas palavras, seus carinhos,
que mesmo distante, posso senti-los.
Acreditei no que fomos um para o outro...
E através desta tela fria e sem vida,
não pode crer em minhas palavras, mas
encontro a alegria de viver:
VOCÊ!...
E quando não lhe encontro,
esta mesma tela, me causa dor...
Loucura!!!
Se me conhecer,
entenderá o que sinto.
Sinto saudades de você!
Não lhe conheço também,
mas sinto sua falta,
aqui... são apenas... palavras...
VOCÊ PRECISA ME CONHECER... (AD)

AMEI COM TODAS AS FORÇAS DA MINHA ALMA


“Amei com todas as forças da minha alma

Amei com toda a força do meu coração

Amei com o entusiasmo da minha inexperiência

Amei com toda a empolgação da primeira vez

Amei como só sabem amar aqueles que são capazes de chorar

E eu chorei...

Chorei a tua ausência, chorei meus braços vazios nas noites frias, chorei meu corpo sem vida, sem desejo

Chorei meus lábios tão secos, chorei minhas dúvidas, minhas mágoas

Chorei teu rosto tão ausente

Chorei teu olhar tão triste, vazio, perdido

Chorei a felicidade desvanecer-se

Chorei o sonho dispersar-se

Chorei de saudade, de tristeza, de amor

Chorei o vazio tão grande que sua ausência me deixou

Chorei como só choram os corações que sofrem

E eu sofri...

Sofri em silêncio

Chorando, pensando teu nome

Sofri no silêncio do meu quarto

Sofri de angústia e solidão

Sofri de desespero, dor e preocupação

Sofri ao relembrar os sonhos, ouvir tua voz, sentir teu olhar

Sofri de frio na alma, febre no corpo, desejo na boca

Sofri de incertezas

Sofri, como só sofrem aqueles que lutam

E eu lutei...

Ah, Deus, como lutei!

Me empenhei numa luta, num desejo tão louco de chegar à vitória

Eu lutei contra o tempo para ter você

Eu lutei por mim, por você, por nós dois

Eu lutei por um amor tão lindo, tão grande, tão forte

Eu lutei pelos meus sonhos, pela minha vida, pelo nosso amor

Eu lutei, como só lutam os que têm esperanças

E eu tenho esperança...

Esperança em cada raio de sol de um novo dia, em cada noite que cai

Esperança num olhar, num sorriso, numa canção

Esperança na saudade do teu corpo, na solidão do meu quarto

Esperança no homem que me fez amar e me fez amada

Esperança nos sorrisos, nas lágrimas, de dia, de noite, na alegria e na dor

Esperança de um amor sem fim

Eu tenho esperança, como só têm aqueles que amam

E eu amei...

Amei com todo o meu corpo e meu coração

Te amei num olhar, num toque, num beijo, num abraço

Te amei no medo, na dúvida, na incerteza

Te amei na alegria e na tristeza

Te amei em cada gesto, em cada palavra

Te amei na esperança, na luta, na derrota, na dor

Te amei em sonhos, pesadelos, devaneios

Te amei na loucura do desejo

Te amei na doçura do teu beijo

Te amei como te amo hoje

Como te amarei para sempre.



Eu não sofri, eu fui feliz, eu sou feliz...

Eu amei... E te amo hoje, mais do que ontem...”

De tudo ficou um pouco.

Do seu beijo. Minha boca vazia.
De suas palavras a minha surdez.
De seu medo. Ficou minha coragem.
Do seu corpo, meus olhos.
Dos seus olhos...meu corpo.
Mas suas palavras, daqueles dias de sol raiando, das noites enluaradas, destas não há como ocultar de minha memória.
Lembranças, onde nos nossos beijos aconteceram. Os seus lábios, favos de mel, e seus olhos iguais aos meus, brilhavam mais que estrelas.
De seu corpo ficou o cheiro e em nós a pintinha jamais esquecida.
E no chão... fios de cabelo, como se marcassem território, para que jamais me esquecesse.
De você ficaram lembranças que jamais ousarei perder.
De seu carinho, ficaram os maiores prazeres que um homem pode conseguir em sua vida.
De você ...ficou mais, pois, minha única razão de vida continua sendo você...

QUEM?
=====


Quem sofre mais?
Fica difícil falar...
Não sei se quem fica
ou quem vai..!
Enquanto este afastamento
não se explica,
me dou o direito
de chorar...

segunda-feira, 22 de junho de 2009



"Um amor quando vai se despedindo
"Um amor quando vai se despedindo
vai lentamente,
vai sozinho,
vai chorando,
lotado de interrogações,
querendo ficar,
querendo lutar!


Um amor quando vai se despedindo
cansou de esperar,
de ficar observando a rua,
pela janela da esperança,
Gotas de lágrimas ficaram na vidraça
A vida está embaçada
Ficou vivendo de saudades

Um amor quando vai se despedindo
vai se arrastando,
exausto de aguardar,
que viesses,
que tivesses tempo,

Queria que todos os dias fossem regados
com afeto,
com carinho,
com dedicação,
com tempo!

Quando um amor vai se despedindo
foi esgotando a paciência
da espera,
do justificar atitudes,
do tudo mais ter importância...
menos o amor


Quando um amor vai se despedindo
vai sumindo mansamente,
sabor amargo da desilusão,
gosto de fel na alma,
cheiro de poeira na estrada,
vai saindo como fumaça sem vento,
rasgado fronteiras,
sozinho se vai,
calmo, desolado, sem rumo e lento!

Quando um amor vai se despedindo
cansou de ouvir mentiras,
ser enganado,
não aguarda
nem sonha mais
milagres não crê


Quando o amor vai se despedindo
os olhos ficam marejados
a voz engasgada
as mãos tremulas e frias
as pernas não o sustenta
o olhar triste se perde no vazio
ferida sangrando no coração
a alma adoecida
O tudo, agora é nada......
fica somente a solidão!"

AUTOR DESCONHECIDO

Eu sou os brinquedos que brinquei, as gírias que usei, os segredos que guardei, eu sou o meu pico preferido, eu sou o renascido do acidente que escapei, aquele amor atordoado que vivi, a conversa séria que tive um dia com meu pai, eu sou o que me recordo. Eu sou a saudade que sinto da minha mãe, a infância que me lembro, a dor de não ter dado certo, de não ter falado na hora, a emoção de um trecho de livro que li, a cena de rua que me arrancou lágrimas, eu sou o que choro. Eu sou o abraço inesperado, a força dada para o amigo que precisou, a sensibilidade que grita, o carinho que permuta, os pedaços que se juntam, eu sou o orgasmo, a gargalhada, o beijo, eu sou o que desnudo. Eu sou a raiva de não ter alcançado, a impotência de não conseguir mudar, desapontamento com o governo, o ódio que tudo isso dá! Eu sou direitos que tenho, os deveres que me obrigam, eu sou a estrada por onde corre atrás, eu sou o que penso, eu sou o que faço e o que ninguém vê. Portanto, venha a mim com corpo, alma e falta de ar! Eu acredito é em suspiros, alegrias explosivas, amizades verdadeiras, olhares faiscantes; Em sorrisos que varrem qualquer tristeza e em abraços que trazem harmonia para a vida da gente..." "O tempo passa, e com ele as coisas também passam, outras permanecem, mas nunca do mesmo jeito, elas mudam, a vida muda; Tudo muda, o lugar não é o mesmo, as pessoas não são as mesmas, os sentimentos não são os mesmos, a situação é outra. Esse é o propósito da vida; Se viéssemos aqui pra ficar sempre do mesmo jeito, no mesmo lugar, não teria porque estar aqui. O tempo passa, coisas velhas se vão, coisas novas chegam, elas não vem com manual de instruções, a vida não pára, pra que possamos aprender a lidar com elas, temos que aprender durante a caminhada, muitas vezes, com os erros, nos machucando. Acertando ou errando, o importante é aprender, pois isso tudo é apenas uma preparação para os novos desafios que virão... Aceitar o passado e as circunstâncias da vida que não podemos mudar traz enorme alívio e a paz de espírito que procuramos tão intensamente. Devemos deixar o passado para trás. Cada dia é um novo começo. E a cada dia nós dá a oportunidade de olhar para frente com esperança, nos afastando dos vícios e de tudo aquilo que nos faz mal. Um poder maior me ajudou a encontrar um novo caminho para a minha vida. Esse poder está sempre conosco. Quando tememos enfrentar uma nova situação ou quando algo dá errado em nossa vida, podemos lançar mão dessa força maior para nos ajudar a dizer o que deve ser dito e fazer o que deve ser feito. Nosso poder superior está tão próximo de nós quanto nossa respiração. Ter consciência de sua presença nos fortalece a cada momento. "

domingo, 21 de junho de 2009


Apaixona-se


Autor Desconhecido



Porque o dia seguinte é o dia mais importante da sua vida
É no dia seguinte, que sabemos se o dia e ontem valeu a pena;
É no dia seguinte que acordamos para a realidade ou dormimos no sonho
A vida da gente começa no dia seguinte
E só existe uma maneira de viver: Apaixonado
Por isso dance, dance como se ninguém estivesse vendo você;
Trabalhe como se não precisasse do dinheiro
Corra como se não houvesse a chegada
Ame como se nunca tivesse sido magoado antes
Acredite como se não houvesse frustração
Grite como se ninguém estivesse ouvindo
Beije como se fosse eterno
Sorria como se não existissem lagrimas
Abrace como se fossem todos amigos
Durma como se não houvesse amanha
Crie como se não existisse critica
Vá como se não precisasse voltar
Acorde como se nunca mais você fosse dormir de novo
Faça a próxima viagem como se fosse a ultima
Vista-se como se não conhecesse espelhos
Proponha como se não existisse as recusas
Brinque como se não tivesse crescido
Levante como se não tivesse caído
Case como se não houvesse outra
Mergulhe como se não houvesse medo
Ouça como se não existisse o certo ou o errado
Fale como se não existisse o certo ou o errado
Aprecie como se fosse eternoViva como se não houvesse fim
Prefira ser em vez de ter
Sentir em vez de fingir
Andar em vez de parar
Ver em vez de esconder
Abrir em vez de fechar
Apaixonar-se é um exercício de jardinagem, arranque o que faz mal;
Prepare o terreno, semeie, seja paciente, espere;
Regue e cuide, terá um jardim;
Mas esteja preparado porque haverá pragas e seca ou excesso de chuvas
Se desistir não terá um jardim, terá um descampado;
A paixão não se vê, não se guarda, não se prende;
Não se controla, não se compra, não se vende, não se fabrica;
A paixão é a diferença entre o sucesso e o fracasso
Entre a duvida e a certeza
Entre aqueles que gostam o que fazem daqueles que fazem o que gostam
Apaixonados não esperam, agem;
A paixão é o que faz coisas iguais serem diferentes
Lembre-se que a arca de Noé foi construída por apaixonados
Que nada conheciam de navegação e embarcação
E o Titanic foi feito por engenheiros profissionais, fabulosos;
Que queriam mostrar seu poder
Amanha, quando acordar, pense se hoje valeu a pena;
E apaixone-se
Porque em 24 horas você vai entrar no dia mais importante da sua vida: O DIA SEGUINTE.

Além da distância, sofro com a incerteza


Autor desconhecido




Além da distância, sofro com a incerteza

Sofro por não saber se você curtiu nossos momentos da mesma forma que eu.

É sempre assim, toda noite a saudade aperta, me sinto sufocado pelo que em minha opinião é um dos sentimentos mais dolorosos, um dos sentimentos que mais me consomem.

Essa insegurança, junto com a saudade faz com que no meu rosto escorram lágrimas que até me aliviam, mas que no dia seguinte me apego com a agonia de não te ter de volta e o ciclo se repete
Essa saudade que dói e que bate no meu coração me destrói por dentro.

A incerteza dos seus sentimentos por mim e a minha covardia de não dizer o que aqui guardo no coração me deixam perdido, me deixam um vazio sem solução e sem apoio.

Você simplesmente me encantou me envolveu com teu sorriso, com o seu olhar, com a tua voz,
com a sua educação, com o seu carinho, me enfeitiçou para eu nunca mais te esquecer, fez daquelas noites momentos inesquecíveis.



Foram momentos inesquecíveis...

Inexplicáveis...

Incomparáveis!!



Mas tudo um dia tem que acabar

E um dia iria acordar desse sonho tão lindo.


Ao meu amor


Autor Desconhecido
Eu nunca acreditei em amor à primeira vista
Até que você apareceu...
No começo disfarcei
Fingia que nada estava acontecendo...

Mas nada adiantava
O cupido tinha me acertado
Eu não parava de pensar em você
E passava o dia contando os minutos para te encontrar

Esperando ansiosamente o telefone tocar...
E quando nos encontravamos que alegria!
O coração pulava
As mãos tremiam

E um enorme sorriso grudava no meu rosto
E quando ouvia a nossa música então...
Me dava uma felicidade enorme!
Ao seu lado, todos os momentos são mágicos;

Fica abraçadinho embaixo do coberto em dia frio
Namorar na chuva;
Rolar na grama;
Andar de mãos dadas...


Parece que fomos feitos um para o outro!
Estamos sempre em sintonia
E passamos a fazer coisas
Que nunca imaginamos

Ir ao jogo de futebol
Passar o dia escolhendo um par de sapatos...
Até de paraquedas eu salto!
O que importo, é estamos juntos...

Fazendo de cada dia uma supresa.
Ao seu lado me sinto uma criança!
Mas com o tempo vamos descobrindo algumas diferenças
E nem sempre as entedemos.

E então brigamos, nos magoamos...
Até percebemos que o nosso sentimento
É maior do que qualquer discussão
E que as diferenças é que dão sabor a vida.

E voltamos a nos amar loucamente...
Aproveitando cada minuto como se fosse o último.
Fazendo de cada dia uma conquista
Superando obstáculos.

Divindindo segredos...
Aliás, até as escovas de dentes!
Você é a melhor coisa que aconteceu na minha vida
E é por tudo isso que



Amo muito você.

Culpa! Culpa! Culpa! Sempre a palavra culpa, essa marca que algum diabo inculcou no ser humano. Faz parte dos genes dele. Culpa. Somos, todos, semoventes tristes, perseguidos por culpas reais, irreais, fantásticas, conscientes, inconscientes, verdadeiras, falsas, impostas pelos outros. Culpa! Culpa! Culpa! Todos se culpam ou culpam os demais. Culpar-se, preferência mundial... Culpa, ó trágico engano de não se sabe que ancestral! Chama-se de culpa o que às vezes é causa. Fulano não é o culpado de tal ato. Fulano foi à causa de tal ato. Troque culpa por causa e verá o mundo melhor. Causa não é culpa. Chama-se de culpado quem às vezes é, tão somente, o responsável de algo. Responsável, sim, não culpado! Culpa não é responsabilidade. Culpa é algo maior e mais terrível, por isso, raro. Culpar não é tarefa dos homens. Cabe aos deuses. E por causa da troca de palavras (causa por culpa) sem consciência de que se está trocando conceitos seriíssimos, pessoas há que desperdiçam sua passagem pelo mundo atormentadas pela culpa. Nem é mais o mundo, que um grande tanque cheio de culpados imaginários e reais e de seres a quem ensinaram sentir-se (quando muito) causadores ou responsáveis. Maldita seja a noção de culpa com que gerações precedentes nos marcaram e esmagaram! Maldito seja quem chama causa de culpa e quem se aceita culpado apenas por ser o responsável! Culpa é a carga genética mais dolorosa que inculcaram nos homens e nos povos. Culpados são condenados ao inferno em vida. É preciso acender uma estrela e banir o sentimento de culpa do coração e do inconsciente humano! É preciso mergulhar uma margarida nas águas salgadas do mar e com ela purificar os que se sentem culpados, ou os que já nasceram culpados do que ainda não fizeram, ou os que foram gerados na culpa por pais portadores de penas por eles não controladas! Culpa é raro e sério demais para ser vulgarizada assim. É culpado quem mata. Não é culpado quem ofende. Não é culpado quem defende. Não tem culpa quem não pode fazer mais do que faz ou quem foi relegado à miséria, à ignorância, à morte em vida. Não é culpado quem não consegue. Não é culpado o que fracassa. Não é culpado nem o que erra se o faz de boa fé.Culpa é assunto dos deuses que nos punem por interferir nele. E a dor ou a paralisia do ser, decorrentes dessa punição são internas e paralisam vidas inteiras.(Arthur da Távola)

venha logo,venha feito uma cobra rastejante dizendo que me quer, venha louco e apaixonado, o mais rápido possivel...Não deixe quebrar, não deixe romper, não deixe virar grafite envelhecido e esquecido como qualquer contrato sem alma. Corra e cole os pedaços, corra e segure meus pés no chão porque eu estou quase voando, ou me faça voar com você.
Eu estou aqui por você, limpa, ilesa, sua. Mas cada milímetro do meu corpo implora por vida, por magia, por encantamento.Venha agora, não espere o músculo, a piada, o botão, o calo, a saudade, o arrependimento, o vazio. Eu preciso que o seu coração dê um choque no meu, eu preciso saber que seu peito aperta um pouco quando eu vou embora e se espalha como borboletas nas veias quando eu chego.
Eu preciso que você me ache bonita, se surpreenda, me comemore e esqueça um pouco de todo o resto pra se encantar sem medo do tempo.
Berre e assopre em mim enquanto é tempo.
Eu quero viver para você. Venha agora, ganhe a corrida, passe todo o resto pra trás, é você quem eu continuo eternamente esperando na linha final.

sábado, 20 de junho de 2009


Viajo pelo teu rosto , sobre tua pele
Sentido perfumes , resgatando sentidos
Como naufrago , vou em busca de todos sinais.
Farol profundo de sentimentos,
Luz que ascende e apaga desejos
Todo pudor deixado , parte distante de mim...
No teu corpo quero achar minha estrada ,
Sobre as pedras de teu oceano , gravar o amor
Escrever na areia que sois amada ,
Sereia encantada , Soberana do meu imenso mar..
De teus lagos misteriosos , quero refletir estrelas cadentes ,
Dos olhos molhados ,sonhos descobertos ,outra metade
Todo sorriso inconsciente, fonte pura e carente ,
Teu ser...
Enfim , quando o sol der as mãos ao horizonte
Quero poder em toda pele não deixar fronteiras ,
Pois sois a primeira, que empurra e retira ,
O fogo que arde sagrado dentro de nós ...
Se me perder no acaso , vou buscar-te infinito ,
Apaziguar meus medos , sono menino ,
Ter você nua ao meu lado , adormecendo nos braços
Sem me perder mais nos caminhos , novo céu alegria
Fel e carinho, alma em paz...

Não precisa me entender...

Vida inventada, história criada, dramas de amores, sonhos e dores, conselhos não ouvidos, derrotas curtidas, perdas lamentadas, histórias frustradas, sofrimentos regados, pedaço de mim por aí, coração retalhado, riso forçado, brigas armadas, verdades negadas, mentiras sufocadas, sonhos guardados, planos desfeitos, viagem marcada, cabelos ao vento, paixão de momento, me lembro, te esqueço, me envolvo, adormeço, te procuro me perco, tentei te dizer, perdi a noção, ajo com cabeça mas que segura as pontas é o coração.
Me cuido, tenho pesadelos, te provoco na rua, te procuro nos cantos, na lua te vejo, invento teu beijo, te faço
o melhor, odeio as rimas, não gosto do certo, eu moldo meu visual, não suporto máscaras, não escondo minha ira,
devo a Deus e sei disso, não me importo com o que pensa, não esquento a cabeça... Se resolver mudar me procure,
mas não mude por mim; pense em você mesmo, seja autor da tua história, me estraguei muitas vezes, me senti
muito bem, eu ja fugi de ninguém, ja jurei pra valer, ja fiz pacto com o espelho, me vi de joelhos, me resolvo
no escuro, pixei o teu muro, belisquei o teu braço, sussurrei bem baixinho, implorei por carinho, me vi na tua cama e chorei e fiz drama, me impedi de te ligar, desliguei celular, ja beijei pra provocar, ja segurei o choro, ja gritei pra te acordar, ja dormi no carro, ja caí da cadeira, cochilei no trabalho, ja peguei um atalho e tive que voltar...
Roubaram minha identidade, denunciei teus pensamentos, troquei o teu nome, fiz bagunça na tua casa, roubei
tua melhor foto, enjoei de escrever, comecei a beber, deitei no teu tapete, contei estrelas e usei calculadora pra conferir, te matei de vergonha, te usei muitas vezes, meu desejo era grande, te amei outras tantas mas nunca vou admitir, prefiro a dúvida no ar, que a certeza contra mim. Detesto teus gatos, prefiro o meu cão, te dou minha vida, me revolto e te acuso, prefiro as amigas, te deixo sem uso, me ajeito em meu mundo, te vejo, te esqueço te confundo.
Me engano de dia, gosto da tua falta, te esculacho, em público te esnobo, a sós eu te dobro, te pego pra mim,
uso artimanhas, faço feitiço, se nada der certo, te espio, te sigo, te prendo, as vezes juro que te entendo.
Não admito as minhas fraquesas, sou dura na queda, tenho crises de esquecimento e sofro por ser atrevida,
te encontro de propósito, te vejo suave, te deixo feliz, te permito ser meu... Te deixo sem jeito, me aproveito da hora, te espero la em baixo, te arranho me encaixo, me invento. Apaguei teus sinais, te vi nos jornais, fingi não te conhecer, prefiro um você mais modesto, seus modos eu detesto, mas me acostumo em seguida, ja que não tem saída, a saída é você.

Preciso!

Preciso ser desejada, preciso de carinho, de atenção, de alguém com mãos fortes pra me abraçar, me agarrar e me prender na cama... alguém com boca carnuda que me satisfaça a ansia que tenho por beijos e mais beijos, uma boca que me enlouqueça, que me embriague, que me lamba , que assopre de leve meus cabelos, uma boca que enlouqueça quando se encontrar com a minha.
Preciso de um email na caixa postal, de um email maluco, excitante, descarado e carinhoso ao mesmo tempo, preciso de uma voz rouca, forte e sedutora nos meus ouvidos toda noite pra que eu consiga dormir e sonhar a noite toda.
Preciso de gestos, de atitudes, de surpresas, preciso de alguém que me sacie em todos os sentidos,,, e são tantos. Preciso ser louca, ser linda, boazinha e briguenta, ser importante pra alguém, preciso dos olhos de alguém me desejando, preciso ainda que esse alguém precise de mim.
Preciso de amor e de sexo, preciso de doce e de veneno, preciso do certo e do arriscado. Preciso do teu barulho acabando com meu silêncio, preciso de desejo, de carinho, de alguém teimando comigo, preciso ser mimada, preciso ser admirada, ser ouvida, ser entendida, ser excitada, ser perseguida.
Preciso de alguém que não pense muito quando se tratar de estar na minha cia, que venha sempre, que me leve as estrelas e me apresente os delírios da felicidade quando nossos corpos se encontrarem. Que me diga bobagens e me ensine coisa séria também. Que me agrade , me ensine, e que aprenda comigo umas coisas que só eu sei ensinar.
Preciso que saia do sério quando sentir ciúmes e que mostre com orgulho que eu tua. Preciso de alguém que me complete, que me alimente a alma, que me deixe sem fôlego, que me faça pedir água, que me tire todas as forças, e me deixe terna após o amor que fizermos... Preciso de alguém que me faça perder a cabeça, que me deseje quando eu estiver explodindo de raiva e me faça ver que eu faço tempestade em copo d'água em dias de TPM.
Que sinta calor de me ver, e que se aprrepie todo em ouvir minha voz, que queira me cuidar e que deseje ser meu homem em todos os instantes. Que pare tudo o que estiver fazendo quando teu telefone tocar, porque sabe que eu mexo com teus instintos. Que me queira sem saber exatamente o "porque" , mas simplismente pq eu tenho o poder de elevar a tua temperatura em segundos, acabando com qualquer termômetro que possa medir o calor do teu corpo só de pensar no meu.
Preciso de muito, não quero você aos poucos, aos pedaços, eu sou gulosa e não aceito migalhas, sou possessiva mas não vou te exigir o que não consegue me dar.
Preciso ser amada, ser apalpada, ser acariciada, ser a fêmea que espera ansiosa pelo seu "homem". Preciso de olhares, de abraços, de caras e bocas, de admiração, de carinho, preciso dormir de conchinha, e ser acordada com teus lábios sobre mim.
Preciso do teu sexo na minha intimidade, preciso de muito, preciso urgente de alguém que faça loucuras por mim.
Preciso do gosto, do toque, do cheiro, e da maciez da tua pele... preciso que venha, que seja meu, que me faça a louca mais feliz do mundo, que se delicie de prazer, que me traga a vontade de fazer amor e fazer ódio.
Que me desperte um sentimento ainda inexplorado em meu corpo, que desvende meus mistérios e que queira fazer da Dani a mulher, a menina, a maluca, a doce, a sensível,a imprevisível, a desajeitada, a surpreendente, que me conheça e sinta tesão em saber que meu jeito é o que te agrada , que te fascina.
Preciso, preciso, preciso!!!!

Não tenho manual e nem quero que esse seja o seu, mas preciso de alguém com muito do que relacionei acima, bem que podia ser você...

Sou...

Mulher em reconstrução,,, aprendiz de bruxa e de fada,sou filha querida, amiga leal e companheira, namorada fiel, sou simples ingênua, sou careta, doce, sapeca, esperta segura, tranquila, mimada, sou tudo sou nada. Sou água sou vinho, sou Madonna, sou Madre Tereza, sou louca, sou serena. Sou amendoim com cerveja, sou despachada... Sou champagnhe com founde sou requinte. Sou natural sou água mineral, Geléia com biscoito salgado, sou bolo recheado.

Sou diferente, sou única sou a toa, sou exclusiva sou ótima pessoa... Já fui ninguém, e senti falta de ser essa aqui... Sou atrevida, sou de bem com a vida, sou querida, sou detestada, sou rude, sou desejada. Sendo assim sou mais eu, sou menos teoria sou mais prática, sou musa inspiradora, sou canção sou emoção, sou idéias e sonhos.

Possessiva...nossa como eu sou, sou determinada, sou obejtiva, sou cristal, sou real, sou sobrenatural, sou o sonho de um e o pesadelo de outro... Sou grife, sou ousada, mas também sou simples, sou chinelo havaianas.

Sou brega mas também sou chique, sou céu sou inferno, sou brisa suave, sou chuva com tempestade... sou fogo, sou banho de mar...

Sou areia movediça sou terra firme, sou vento nas costas, sou sol que bronzeia... sou sereia, sou recatada. Sou lama, sou sofá mas sou mais cama. Sou borboleta, sou aranha. Sou tentação sou emoção, sou chocolate com licor. Sou saborosa, sou venenosa, sou malícia, sou inocência, sou do jeito que tiver de ser...

Sou detalhista, sou fisionomista, sou amável, sou detestável, sou cigana, sou moça comportada, sou menina mimada, sou mulher desejada. Sou favo de mel, sou semente de rosa, sou nuvem grande, sou anjo pequeno.

Sou frente, sou verso e o inverso, sou a calma sou a preocupação, sou o gelo do teu uisque, sou coca zero também. Sou toda em mim, sou eu sou alguém sou ninguém... Sou igreja sou bar, sou novela, sou cinema, sou fazenda, sou metrópole, sou tapete sou grama. Sou gospel, sou pop, sou rock, sou caipira. Sou violão, sou concerto de opera... sou drama, sou comédia; Então deixa eu ser assim, sou neve, sou ar condicionado no teu frio, sou café da manhã, sou fruta, de todas sou mais maçã.

Sou vício, sou risco, sou delicada, sou do jeito que quiser, que convier, sou inteira, sou intensa, sou a toa, sou querida, sou gente boa... Sou texte de balisa, sou jogo de cartas, sou carta embaixo da manga, sou jogo sério, sou mistério.

Sou única, sou exclusiva, sou chata, sou vermelho, sou olhar fatal, sou lápis nos olhos, sou perfume marcante, sou toalha molhada, sou vampira, sou lábios, sou olhos, caras e bocas. Sou inventada, fui projetada, desenhada.

Sou tudo sou nada, sou começo sou meio, mas não sou fim, tem muita coisa que ainda quero ser... mas com tudo que vivo que faço vou aprender, e quem sabe ainda serei a bruxa ou a fada que lá no início eu citei.


Amo você em linhas suaves desenhadas na areia que não frequento
No vapor embaçado da janela de meu quarto que te espera inquieto
Na brisa suave correndo em colinas de flores e orvalho quente
E no vendaval das tempestades que aquecem minha solidão.

Amar você é participar no rebuliço de idéias e desconfianças da mente
Sentir-se amortecido pelo bater descompassado de um ser contente
Revigorando pelo cósmico o que foi demente, fazendo-se semente
E introduzindo-se nas brumas de quimeras renascidas.

Amar sentindo-se plena com a esperança da promessa do amanhã
Agiganta o grão na areia, perdido entre pedras trazidas pelas ondas
Formando da colina a montanha nevada cujo pico está crivado de flâmulas
Carregadas pelas mãos da crença na felicidade possível do sonho.

Amar você é redescobrir-se na imensidão de caos antes instalada no espírito
É sair do hades, do escuro bronze que me separava da luz
É alçar voos bombásticos em outras galáxias e fluir liquidez de energia
Que perambula dançando no brilho do sentimento que vaga sorrindo no espaço.

Autor:
Nazaro, Lucy Salete Bortolin

Encontrei-te no Infinito -
Eu sabia que tu existias...
Os astros mo diziam...eu sentia!
O vento segredou-me os murmúrios da tua alma...
Trouxe-me o perfume da tua essência florida de sonhos belos.

Ah...como eles eram tão iguais aos meus!
Quando olhava a lua, ela sorria com o teu sorriso,
Ela murmurava-me os teus suspiros...

Observava as estrelas e via o teu brilho!
Ouvia-te na sinfonia das ondas
E a minha alma dançava a valsa do amor encantado.

Os meus olhos cantavam as mais belas baladas
Que só tu ouvias.

Sentia os teus braços envolverem-me
Com a maciez do teus carinhos de seda.

Sentia a brisa do teu mar tocar a minha face de veludo.
Ah como eu te procurei....

Neste infinito que nos sussurrava os nossos mistérios!
Agora entendi os enigmas do tempo!

Caminhei, soberana dos meus desejos,
Dos meus anseios,
E vislumbrei o teu majestoso castelo!

Vi que me esperavas sentado no lugar onde ousavas sonhar comigo...
Onde esperavas ver cumprida
A profecia do nosso destino.

Encontrei-te,
Reconheci-te,
Amar-te-ei até à eternidade.

sexta-feira, 19 de junho de 2009




O amor quando se revela

não se sabe revelar.

Sabe bem olhar p'ra ela,

mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente

não sabe o que há-de dizer.

Fala: parece que mente...

Cala: parece esquecer...

Ah! Se ela adivinhasse,

se pudesse ouvir o olhar,

e se um olhar lhe bastasse

p'ra saber que a estou a amar!

Mas quem sente muito, cala;

Quem quer dizer quanto sente

fica sem alma nem fala,

fica só, inteiramente!

Mas se isto pudesse contar-lhe

o que não lhe ouso contar,

já não teria de falar-lhe

porque já lhe estou a falar...



Fernando Pessoa

O que adianta um amor que a gente não sabe se existe ou não...
O que adianta um amor se a gente não pode compartilhar?
O que adianta um amor se você não alimentar ele morre!

O que adianta um amor que pode quebrar barreiras mais ele não se manifesta?
O que adianta um amor eterno se você não demonstra ele?
O que adianta um amor que tem varias formas?
O que adianta um amor se você não sabe o que é o amor?

Amor serve para muita coisa a principal dela...
É sempre para conseguir uma pessoa especial que você gosta...

Mas adianta alguma coisa se você não da valor a ela
Por isso o amor não e correspondido...
Por que ele nunca esta em primeiro lugar na vida de alguém...

Se você quiser mudar essa historia de amor não correspondido...
Olhe para pessoa que você gosta e diga assim...

Olha meu amor você sabe que o amor que tenho por você existe...
Olha meu amor você sabe que eu vou compartilhar ele com você...
Olha meu amor você sabe que eu nunca vou deixar o meu amor por você morrer... Olha meu amor você sabe que o amor que tenho por você quebra muitas barreiras...
Olha meu amor você sabe que o amor que tenho por você é eterno e eu vou sempre demonstra-lo...
Olha meu amor você sabe que o meu amor por você tem apenas uma forma que é para sempre vou te amar...
Olha meu amor você sabe que o meu amor por você não é amor mais sim paixão...

Você pode falar que ama mais você não ama...
Você pode falar que gosta mais você não gosta...
Você pode fazer varias promessas de amor mais o que adianta se você não as cumpre...
Você pode fazer a carta mais linda de amor o que adianta se você pensa em outra pessoa...

Olha o amor não é brincadeira...
Nunca magoe alguém com o seu sentimento...
Amor é quando você fica com a perna tremendo quando vê a pessoa que você gosta...

Amor é quando você fica sem fala igual quando você tem medo...
Amor é uma coisa tão forte que você não sabe da onde vem...
Amor é uma coisa mais poderosa que tudo nesse mundo...
Amor é quando uma pessoa olha para a outra e fica sem reação...
Amor não vem de uma hora para outra...
Mais sim com o tempo...
Isso sim é amor...

O sentimento do amor não-correspondido é diferente, íntimo, impiedoso. é como jogar uma bola para o céu e ela, desafiando a gravidade, desaparecer. e é impossível não ficar ali esperando ela voltar.

Pior que amar e não ser correspondido é amar e ser esquecido!”
O que adianta um amor que a gente não sabe se existe ou não…
O que adianta um amor se a gente não pode compartilhar?
O que adianta um amor se você não alimentar ele morre!

O que adianta um amor que pode quebrar barreiras mais ele não se manifesta?
O que adianta um amor eterno se você não demonstra ele?
O que adianta um amor que tem varias formas?
O que adianta um amor se você não sabe o que é o amor?

Amor serve para muita coisa a principal dela…
É sempre para conseguir uma pessoa especial que você gosta…

Mas adianta alguma coisa se você não da valor a ela
Por isso o amor não e correspondido…
Por que ele nunca esta em primeiro lugar na vida de alguém…

Se você quiser mudar essa historia de amor não correspondido…
Olhe para pessoa que você gosta e diga assim…

Olha meu amor você sabe que o amor que tenho por você existe…
Olha meu amor você sabe que eu vou compartilhar ele com você…
Olha meu amor você sabe que eu nunca vou deixar o meu amor por você morrer… Olha meu amor você sabe que o amor que tenho por você quebra muitas barreiras…
Olha meu amor você sabe que o amor que tenho por você é eterno e eu vou sempre demonstra-lo…
Olha meu amor você sabe que o meu amor por você tem apenas uma forma que é para sempre vou te amar…
Olha meu amor você sabe que o meu amor por você não é amor mais sim paixão…

Você pode falar que ama mais você não ama…
Você pode falar que gosta mais você não gosta…
Você pode fazer varias promessas de amor mais o que adianta se você não as cumpre…
Você pode fazer a carta mais linda de amor o que adianta se você pensa em outra pessoa…

Olha o amor não é brincadeira…
Nunca magoe alguém com o seu sentimento…
Amor é quando você fica com a perna tremendo quando vê a pessoa que você gosta…

Amor é quando você fica sem fala igual quando você tem medo…
Amor é uma coisa tão forte que você não sabe da onde vem…
Amor é uma coisa mais poderosa que tudo nesse mundo…
Amor é quando uma pessoa olha para a outra e fica sem reação…
Amor não vem de uma hora para outra…
Mais sim com o tempo…
Isso sim é amor…

MEU ANIVERSÁRIO

Prestes a fazer aniversário
Me pego, desejando-me Felicidades.

Estranho alguém desejar o melhor para si,
Mas é o que no momento me ocorre.

Desejo que minhas vontades sejam todas satisfeitas!
Afinal, a data é importante porque Eu nasci.

Dos familiares quero amor incondicional,
Dos amores a compreensão costumeira,
Dos grandes amigos, total dedicação;
Dos amigos distantes as ótimas recordações.

Que todos me visitem ou mesmo telefonem.
Mas que não se esqueçam desta data.

Que meu interior alcance a perfeição;
Minha fé nunca se abale,
Minha esperança nunca esmoreça.
Que o espírito de menina jamais se vá,
E que nunca me falte inspiração.
E sobretudo que Deus Continue ao meu lado,
Não só neste meu aniversário
Mas em todos os outros que ainda me restam.

Feliz Aniversário para mim, afinal
sou merecedora de grandes realizações.

Meu aniversário
Meu aniversário é hoje
Sopro bolhas de sabão
Grandes e coloridas
Espero que cheguem ao céu
Toda coloridas
Dentro delas um pedido
Em cada pedido uma esperança
Em cada esperança
Mais um brilho no olhar.
Não custa nada sonhar
Já aprendi a voar...
As fadas me acompanham
Os passarinhos cantam.
O sol brilha pra mim
Que mais posso querer?
Mais um dia da minha vida
Mais outros que virão...
Sinto no peito uma alegria
No coração uma saudade
Pra festejar não tem idade
Pra amar também não.
Que cheguem coisas boas
Que se fortaleçam tantas outras
Que meu amor me acompanhe
E que a magia esteje sempre presente.

Carolina Salcides

Meu Aniversário.



Mais um ano de vida completo hoje, Senhor.
E meus olhos voltam-se a Ti,
enquanto meu coração agradece.



Nascer é um milagre. Viver é um milagre.
Dois milagres que vêm de mãos
dadas com o mistério.


Eu poderia não ter nascido.
E o mundo continuaria a sua marcha, sem mim.

Mas eu existo. Estou viva. Rodeada pelo calor
humano e pela amizade de tantos corações que me
querem bem: meus pais, meus familiares,
amigos e benfeitores.



Viver é estar a caminho, em busca de uma
constante realização pessoal. Preciso de Tua
benção, Senhor, para crescer, para acertar,
para seguir em frente, com otimismo,
coragem e perseverança.

A vida é uma Liturgia, e meu Ofertório
de hoje é mais um ano de existência.

Obrigada, Senhor, porque eu existo.
Obrigada pela fé que eu tenho e pela
esperança que ilumina minha jornada.

A vida é bela e digna de ser vivida.

Obrigada, Senhor!

(Autor desconhecido)

DESCOMPASSO DE UMA MULHER

Me querem mãe
... e me querem fêmea.

Me fazem omissa
... e me cobram participação.

Me querem líder
... e me fazem submissa.

Me impedem de ir
... e me cobram a busca.

Me enclausuram nas prendas do lar
... e me cobram conscientização.

Me podam os movimentos
... e me querem ágil.

Me castram o desejo
... e me querem no cio.

Me inibem o canto
... e me querem música.

Me apertam o cinto
... e me cobram liberdade.

Me impõem modelos, gestos, atitudes e comportamentos
... e me querem única.

Me castram, me podam, falam e decidem por mim
... e me querem plena e absoluta.

Que descompasso!

Desconhecido

quarta-feira, 17 de junho de 2009


poder da palavra

Uma vez lançada ao vento, uma palavra jamais retorna incólume. Ela busca refúgio onde possa ser escutada e assimilada, sai derrubando idéias, conceitos, preconceitos, pensamentos e até verdades tidas como absolutas.
Sai batendo e ricocheteando em muros, derrubando alguns, desestabilizando outros, mas nunca passa despercebida, mesmo quando aparentemente ignorada, quando assim se sente, se esconde em porões escuros e armários, aguardando o momento certo de se fazer lembrada, de trazer a tona os fantasmas e cadáveres ocultos.
Ela pode ferir mais que qualquer arma pois atinge o intangível e deixa cicatrizes que não podem ser reparadas ou sequer esquecidas nas noites de lua nova e solidão.
Uma palavra derruba reinos, depõe dinastias, ergue pontes e reescreve a história.
Uma palavra pode nunca mais sair da memória.
Uma palavra muda destinos, altera mapas e pode controlar o sutil fio da vida manipulado pelas moiras, andando na corda bamba do talvez enquanto escolhe pular para o lado do sim ou do não.
Tão perigosa quanto a palavra proferida é a não dita, a que se alimenta de mágoas e dor, cresce como um tumor agressivo e incontrolável até nos sugar por completo, a inimiga silenciosa do amor.
Amor, espero que grave com tinta irremovível e com brilho em neon o que grito para você todas as noites com a ajuda da lua e coro de estrelas, que gentilmente descem do seu pedestal celeste para endossar a minha única verdade, eu amo você e nunca nada pode mudar isso.

**Leonardo Andrade

domingo, 14 de junho de 2009


Rosas vermelhas eram as suas favoritas, seu nome também era Rosa.
E todo ano seu marido as enviava, atadas com lindos enfeites.
O cartão sempre dizia:
"Eu te amo mais este ano do que no ano passado.
Meu amor por você sempre aumentara com o passar dos anos.
"No ano em que ele morreu, as rosas foram entregues em sua porta.
O cartão dizia: "Seja minha namorada", como nos anos anteriores.
Ela sabia que aquela seria a ultima vez que as rosas apareceriam.
Ela pensava: "Ele encomendou as rosas adiantado".
Seu amado marido não sabia que ele iria...
Ele sempre gostou de preparar as coisas com antecedência, pois, se
estivesse muito ocupado, tudo funcionaria perfeitamente.
Ela ajeitou as flores e colocou-as num vaso especial.
E depois, colocou o vaso ao lado do retrato sorridente dele.
Ela se sentaria por horas na cadeira favorita dele, enquanto olhava para
sua fotografia e as
rosas.
Um ano havia passado e tinha sido difícil viver sem seu companheiro.
Em solidão e isolamento havia sido transformado seu destino.
E então, na mesma hora de sempre, como no Dia dos Namorados anterior, a
campainha tocou, e lá estavam as rosas, esperando em sua porta.
Ela levou-as para dentro e as olhou chocada; então, foi ao telefone para
ligar para a floricultura.
O dono atendeu e ela perguntou-lhe se poderia explicar porque alguém faria
isso com ela, causando tanta dor?
O dono disse : -"Eu sei que seu marido faleceu ha mais de um ano.
Eu sabia que ligaria e quereria saber.
As flores que recebeu hoje foram pagas adiantadas .
Seu marido sempre planejou adiante, ele não deixava nada imprevisto.
Existe um pedido que eu tenho arquivado aqui e ele pagou adiantado, você
vai recebe-las todos os anos.
E tem outra coisa que você deveria saber:
ele escreveu um pequeno cartão especial ...
ele fez isso no ano passado.
E como eu descobri que ele não estaria mais aqui, ai esta o cartão...
Ele deveria ser mandado a você no próximo ano".
Ela agradeceu e desligou e suas lagrimas caíram copiosamente.
Seus dedos tremiam, enquanto avançava devagar para pegar o cartão. Lá
dentro, ela viu que ele havia escrito uma mensagem.
Então, em silencio total, ela viu o que ele havia escrito....
- "Oi, meu amor, eu sei que faz um ano que eu me fui, eu espero que não
tenha sido tão ruim pra você supera-lo.
Eu sei que deve estar solitária e que a dor eh grande, mas, se fosse
diferente, eu sei como eu me sentiria.
O amor que nós tivemos fez a minha vida ser maravilhosa.
Eu amei você mais do que as palavras podem dizer, você foi a esposa
perfeita. Você foi amiga e
amante e me deu tudo o que precisei. Eu sei, isto foi há apenas um ano, mas
por favor tente não ficar triste. Eu quero que você seja feliz, mesmo quando
banhada em lágrimas.
Por isso eh que as rosas serão enviadas durante anos.
Quando você recebê-las, pense na felicidade que tivemos juntos, e como
fomos abençoados.
Eu sempre amei você e sei que sempre vou amá-la.
Mas, meu amor, você tem que continuar, você ainda esta viva.
Por favor.... tente achar a felicidade, enquanto vive o resto dos seus
dias.
Eu sei que não eh fácil, mas eu espero que ache algum modo.
As rosas irão todos os anos, e só irão parar quando sua porta não mais
atender. Quando o entregador parar de bater; ele ira cinco vezes nesse dia,
caso você tenha saído, mas, depois desta ultima visita, quando ele não tiver
mais duvidas, ele levara as rosas ao lugar onde eu o instrui, e colocara as
rosas onde nós estaremos juntos novamente.
"ALGUMAS VEZES NA VIDA VOCÊ ENCONTRA ALGUÉM ESPECIAL.
ALGUÉM QUE MUDA SUA VIDA APENAS FAZENDO PARTE DELA.
ALGUÉM QUE FAZ VOCÊ RIR SEM PARAR.
ALGUÉM QUE FAZ VOCÊ ACREDITAR QUE EXISTE ALGO BOM NO MUNDO.
ALGUÉM QUE CONVENCE VOCÊ QUE EXISTE REALMENTE UMA PORTA ABERTA.
APENAS ESPERANDO PARA SER ABERTA POR VOCÊ.
ESTE É UM SENTIMENTO PARA SEMPRE.
UM TIPO DE AMOR ETERNO.

"Amar não se conjuga no passado; ou se ama para sempre, ou nunca se amou
verdadeiramente."

Eterno Namoro

Uma das causas apontadas para as separações conjugais tem sido o tédio. Aos poucos, a relação que era cálida, doce, vai assumindo um caráter de mesmice, cansaço e rotina.

Os dias do namoro parecem longínquos, quase apagados, surgindo na tela mental como lembranças ligeiras, vez que outra.

São os filhos que surgem, exigindo cuidados e atenções. É o trabalho profissional que requisita redobrado empenho. São as tarefas domésticas, repetitivas e cansativas.

Com tudo isto, cada cônjuge vai realizando o que lhe compete, qual se fosse um autômato, um robô.

Nada que escape à rotina das horas e dos dias. Até o lazer do final de semana, as visitas aos pais de um e de outro, seguem programação prévia, com dia e hora marcadas.

Não é de admirar que os anos tragam para o aconchego do casal o tédio. Com ele, o desinteresse pelo outro, o relaxamento nas relações e a frieza.

Observando, no entanto, essas relações conjugais duradouras, que completam bodas de prata, de ouro, temos que convir que é possível manter acesa a chama do amor, no transcorrer dos anos.

O amor pode ser comparado a delicada flor, necessitada de cuidados constantes a fim de não fenecer.

O romantismo que caracteriza o período do namoro deve ser mantido.

Importante não abandoná-lo à conta de conceitos como Isto é para os jovens ou Já passou o meu tempo.

Existem atitudes mínimas que dão um especial sabor e um quê de novidade ao relacionamento.

Um telefonema, em plena tarde, inesperado, somente para indagar: Como passa minha amada?

Uma flor colhida no jardim, no frescor da manhã e colocada à mesa do café. Um toque diferente.

Levantar-se antes do outro, preparar uma bandeja com carinho e servir o café na cama. Quantas mulheres sonham com tal deferência!

Um final de semana inédito. Por que não deixar as crianças com os avós ou com a babá e sair para um passeio a dois, redescobrindo a lua, contando estrelas, a ver se o bom Deus já não providenciou outras tantas, desde a época do namoro...

Surpreender o afeto com uma declaração de amor, uma observação gentil ao cabelo, ao traje.

Pequeninas coisas. Quase insignificantes. Mas que fazem a grande diferença entre a rotina e o delicado e perene tempero do amor que nunca fenece.

* * *

Aproveite as horas enquanto você segue lado a lado com seu amor e fale-lhe do que sente, de como ele é importante em sua vida.

Não permita que o tempo transcorra sem um gesto de carinho, uma palavra de ternura.

Decida-se por reviver os dias do namoro, sempre novos, uma descoberta constante do outro.

Não deixe para amanhã, nem programe para o dia do aniversário. Execute hoje, agora, enquanto é tempo pois que ninguém sabe a hora da partida, quando ficarão somente muitas palavras não ditas, muitos abraços não dados e uma saudade de tudo que não se demonstrou para o outro em afetividade, amor e dedicação.

*

Redação do Momento Espírita - Disponível no livro Momento Espírita

sábado, 13 de junho de 2009





Porque não apareces quando te quero?
Porque sofro, quando não estás?
Porque sorrio quando te vejo?
Porque corro sem teu desejo?
Quando quero sei que não estás,
quero sempre porque te quero,
choro sempre porque não vens,
nos teus braços sinto que tens,
o lado negro da minha alma.
Quando brilhas eu não vejo,
corro em busca desse lampejo,
roubas-me o ser e volto à calma.
Lembro-me porque não esqueço,
tento esquecer mas sei que não posso,
morde-me o cansaço e adormeço,
quero que digas que Romance é o Nosso!

(desconheço o autor)

O alfabeto poético

A primeira letra do alfabeto é também a primeira letra da palavra amor e se acha importantíssima por isso!
Com A se escreve "arrependimento" que é uma inútil vontade de pedir ao tempo para voltar atrás e com A se dá o tipo de tchau mais triste que existe: "adeus"... Ah, é com A que se faz "abracadabra", palavra que se diz capaz de transformar sapo em príncipe e vice-versa...
Com B se diz "belo" - que é tudo que faz os olhos pensarem ser coração; e se dá a "bênção", um sim que pretende dar sorte.
Com C, "calendário", que é onde moram os dias e o "carnaval", esta oportunidade praticamente obrigatória de ser feliz com data marcada. "Civilizado" é quem já aprendeu a cantar ´parabéns pra você` e sabe o que é "contrato": "você isso, eu aquilo, com assinatura embaixo".
Com D, se chega à "dedução", o caminho entre o "se" e o "então"... Com D começa "defeito", que é cada pedacinho que falta para se chegar à perfeição e se pede "desculpa", uma palavra que pretende ser beijo.
E tem o E de "efêmero", quando o eterno passa logo; de "escuridão", que é o resto da noite, se alguém recortar as estrelas; e "emoção", um tango que ainda não foi feito. E tem também "eba!", uma forma de agradecimento muito utilizada por quem ganhou um pirulito, por exemplo...
F é para "fantasia", qualquer tipo de "já pensou se fosse assim?"; "fábula", uma história que poderia ter acontecido de verdade, se a verdade fosse um pouco mais maluca; e "fé", que é toda certeza que dispensa provas.
A sétima letra do alfabeto é G, que fica irritadíssima quando a confundem com o J. G, de "grade", que serve para prender todo mundo - uns dentro, outros fora; G de "goleiro", alguém em quem se pode botar a culpa do gol; G de "gente": carne, osso, alma e sentimento, tudo isso ao mesmo tempo.
Depois vem o H de "história": quando todas as palavras do dicionário ficam à disposição de quem quiser contar qualquer coisa que tenha acontecido ou sido inventada.
O I de "idade", aquilo que você tem certeza que vai ganhar de aniversário, queira ou não queira.
J de "janela", por onde entra tudo que é lá fora e de "jasmim", que tem a sorte de ser flor e ainda tem a graça de se chamar assim.
L de "lá", onde a gente fica pensando se está melhor ou pior do que aqui; de "lágrima", sumo que sai pelos olhos quando se espreme o coração, e de "loucura", coisa que quem não tem só pode ser completamente louco.
M de "madrugada", quando vivem os sonhos...
N de "noiva", moça que geralmente usa branco por fora e vermelho por dentro.
O de "óbvio", não precisa explicar...
P de "pecado", algo que os homens inventaram e então inventaram que foi Deus que inventou.
Q, tudo que tem um não sei quê de não sei quê.
E R, de "rebolar", o que se tem que fazer pra chegar lá.
S é de "sagrado", tudo o que combina com uma cantata de Bach; de "segredo", aquilo que você está louco pra contar; de "sexo": quando o beijo é maior que a boca.
T é de "talvez", resposta melhor que ´não`, uma vez que ainda deixa, meio bamba, uma esperança... de "tanto", um muito que até ficou tonto... de "testemunha": quem por sorte ou por azar, não estava em outro lugar.
U de "ui", um ái que ainda é arrepio; de "último", que anuncia o começo de outra coisa; e de "único": tudo que, pela facilidade de virar nenhum, pede cuidado.
Vem o V, de "vazio", um termo injusto com a palavra nada; de "volúvel", uma pessoa que ora quer o que quer, ora quer o que querem que ela queira.
E chegamos ao X, uma incógnita... X de "xingamento", que é uma palavra ou frase destinada a acabar com a alegria de alguém; e de "xô", única palavra do dicionário das aves traduzida para o português.
Z é a última letra do alfabeto, que alcançou a glória quando foi usada pelo Zorro... Z de "zaga", algo que serve para o goleiro não se sentir o único culpado; de "zebra", quando você esperava liso e veio listrado; e de "zíper", fecho que precisa de um bom motivo pra ser aberto; e de "zureta", que é como fica a cabeça da gente ao final de um dicionário inteiro.




Alguém tem uma ideia melhor que esta para o fim de semana?



Faço o meu caminho pelo centro da cidade
Caminhando rápidamente, olhando para a frente
estou indo para casa.
Sem olhar para trás.
Olhando fixamente para a frente
apenas fazendo o meu caminho,
por entre a multidão.
Há outras coisas no caminho por onde eu vou
ás vezes ando só, trocando passos com a solidão
momentos que são meus, e que não abro mão,
Ainda sinto...
E ainda preciso...
Vou deixar a rua me levar
ver a cidade se acender
a lua vai banhar esse lugar
e agora quero saber,
Porque existem ainda momentos destes?