quinta-feira, 14 de abril de 2011

.Você é aquilo que ninguém vê.Uma coleção de histórias,estórias, memórias, dores, delícias, pecados, bondades, tragédias e sucessos, sentimentos e pensamentos.


Seja, mas antes de ser por inteiro seja dos outros. E antes que se entregue por completo á alguém saiba que ninguém pertence a ninguém, e que você é seu. Você não é aquilo que sua vida é. Você não é o momento que você vive nem o amor perdido. Você é aquilo que ninguém vê. Uma coleção de histórias, memórias, dores, delícias, pecados, bondades, tragédias e sucessos, sentimentos e pensamentos. Se definir é se limitar. Você é um eterno parênteses em aberto enquanto sua eternidade durar!
Raíssa Almoêdo de Assis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário